SINDPEFAETEC denuncia caos na Rede FAETEC e cobra soluções

março 2, 2018 - Notícias

O SINDPEFAETEC está denunciando para a imprensa, ao longo de toda a semana, o descaso do governo  Pezão com a rede FAETEC. A falta de infraestrutura é tão grave que as duas maiores unidades da rede ficaram sem energia elétrica e sem água desde a tempestade da quarta-feira de cinzas. Quando fizemos nossa justa greve por causa dos atrasos salariais, os representantes do governo reclamavam que estávamos prejudicando os alunos. Agora, pela falta de iniciativa do governo em restabelecer as condições mínimas de funcionamento das unidades de Quintino e Marechal Hermes, é patente que os alunos da FAETEC  não são a prioridade  de quem comanda a SECTDS e esta Rede.

No dia 1° de março, o SINDPEFAETEC protocolou ofícios, pedindo que parte do dinheiro resgatado da quadrilha de Sérgio Cabral pela Força-Tarefa da Operação Lava Jato fosse destinada à reforma e à realização de obras emergenciais de infraestrutura em unidades da rede FAETEC. Os pedidos do Sindicato foram entregues ao Juiz Marcelo Bretas, ao Procurador-Chefe do MPF no RJ, ao Presidente do TRF-2, e à Procuradora-Chefe da Procuradoria Regional da República da 2° Região.

O SINDPEFAETEC entende que buscar soluções para os problemas da FAETEC é tão importante quanto denunciar os erros e omissões daqueles que tomam as decisões na Fundação.

Links das reportagens:

Dinheiro desviado dos cofres públicos serão usados em reformas de escolas 

Alunos da FAETEC em Quintino estão sem aula há mais de 14 dias

 

Documentos protocolados:

Para o MPF

Para o presidente do TRF2

Para a procuradora-chefe da 2ª região

Para o juiz Marcelo Bretas

 

Outras Notícias

SINDPEFAETEC
Rua Clarimundo de Melo, 1018 / 201 - Quintino - Rio de Janeiro / RJ - (21) 3273-7916

Desenvolvido pela Equilibrio Digital