NOTA DE REPÚDIO

fevereiro 10, 2020 - Notícias

O SINDPEFAETEC considera as últimas declarações do Ministro da Economia do Brasil, Sr. Paulo Guedes, em relação ao funcionalismo público em geral, mais uma afronta de um ministro do governo Bolsonaro aos servidores, que dedicam suas vidas funcionais ao atendimento do povo brasileiro nos diversos níveis e setores – inclusive injetando, muita das vezes, recursos próprios para que o mínimo de atendimento à população seja garantido.

Um ataque gratuito, feito por uma pessoa que, no desempenho de suas funções, não consegue reproduzir, na prática, o desempenho econômico propagado pelo discurso neoliberal, ficando aquém das expectativas em relação às políticas econômicas e sociais; um tecnocrata que segue a política de taxar tudo que é público como ultrapassado, sem propósito, e que precisa ser privatizado. Soa contraditório esse discurso, porque boa parte da atuação profissional e dos recursos obtidos pelo ministro não foi baseada no livre mercado, mas ligada ao setor público.

Na rota do desmonte da educação, da saúde e da venda das empresas estatais, as palavras aviltantes desse ministro, ao classificar todos os servidores de “parasitas”, vem provar que seu interesse na privatização geral e irrestrita, tirando a capacidade competitiva do Brasil frente aos concorrentes estrangeiros, numa clara política antinacional, é o foco central do governo Bolsonaro, que tem desprezado políticas públicas sociais, de crescimento e desenvolvimento da população, conduzindo o governo com troças desagradáveis, de péssimo gosto, e revoltantes.

O SINDPEFAETEC não poderia deixar de responder a essa fala lamentável do ministro Paulo Guedes, mas compreendemos que isso não é um ato isolado, pois outros ministros fizeram declarações escabrosas, mostrando uma articulação diversionista do poder executivo federal, para que desviemos o foco das lutas contra o desmonte do Brasil e de sua classe trabalhadora, como ficou patente nos episódios recentes da Reforma Trabalhista e da Previdência. Seguimos na luta pelos direitos do trabalhador, em favor da Educação Pública, laica, gratuita, e de qualidade, assim como da qualificação profissional do nosso povo.

SINDPEFAETEC NA LUTA!

Outras Notícias

SINDPEFAETEC
Rua Clarimundo de Melo, 1018 / 201 - Quintino - Rio de Janeiro / RJ - (21) 3273-7916

Desenvolvido pela Equilibrio Digital