CI FAETEC/PRES Nº 21

julho 8, 2021 - Notícias

A presidência da FAETEC entrou em contato com a direção do sindicato, solicitando nossa presença, para informar que daria seguimento à CI FAETEC/VICEPRESED SEI 001/2020 publicada em 29 de janeiro de 2021, que estaria em consonância com as diretrizes do Governo do Estado do Rio de Janeiro, sobre o retorno híbrido nas Unidades Escolares da Rede. Disseram que o retorno seria gradual, com o plano de retorno sendo elaborado pelas UEs. As UEs, cientes disso, deveriam priorizar o retorno dos alunos do Ensino Integrado e do Ensino Subsequente de 2020, que não obtiveram a certificação referente às disciplinas da área técnica, pois o Conselho Estadual de Educação (CEE) não aceitou a emissão dos certificados referentes a essas disciplinas, sem que a carga horária fosse cumprida de forma presencial.

A FAETEC lançou uma nova CI para formalizar esse posicionamento, a CI FAETEC/PRES Nº 21. Embora a portaria PR/FAETEC de 29/01 /2021, que trata sobre os protocolos de segurança, de medidas sanitárias e fatores epidemiológicos, tenha sido brevemente mencionada na nova CI, fizemos questão de lembrar, em reunião com o presidente, que a presidência da FAETEC é corresponsável, junto com as direções das UEs, pela implantação dessas medidas, no âmbito de adequação de infraestrutura, e de medidas operacionais para que elas ocorram, e que isso seria cobrado da presidência e da VPE. O presidente garantiu que os terceirizados na área de vigilância e limpeza já serão direcionados ainda no mês de julho às UEs.

Outra cobrança que fizemos, foi sobre o pagamento do Auxílio Tecnológico. Nós lembramos ao presidente da FAETEC que essa demanda foi criada pelo próprio governador Cláudio Castro, ao pagar esse auxílio a todos os Órgãos do Estado que trabalham na área de educação, menos para a FAETEC e a Fundação CECIERJ, sendo que esta última já foi criada para trabalhar com EAD. Dissemos que a presidência tem que assumir essa responsabilidade de obter o Auxílio, não aceitando o claro desprestígio mostrado pelo governo à pasta que ele ocupa. As palavras do presidente foram: “eu vou pagar o Auxílio Tecnológico”. Portanto, mesmo não se comprometendo com uma data, o compromisso dele foi feito, e essa promessa será cobrada pela direção do sindicato e por todos os funcionários que se enquadram no escopo do auxílio. Inclusive, o Vice-Presidente Educacional da FAETEC foi testemunha dessa afirmação.

O SINDPEFAETEC, mesmo durante a Pandemia, tem atuado, na medida do possível, de forma presencial junto aos Órgãos competentes, para buscar a solução de nossas demandas. e continuaremos atuando para esse propósito.

Outras Notícias

SINDPEFAETEC
Rua Clarimundo de Melo, 1018 / 201 - Quintino - Rio de Janeiro / RJ - (21) 3273-7916

Desenvolvido pela Equilibrio Digital